Jump to content

MUNDO BRASILEÑO | Entérate de todo lo relacionado a las novelas brasileñas, ratings y estrenos en el mundo


Recommended Posts

  • Replies 2.4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Morto con la Black Mirror de la Glorinha Ojalá que en la novela de Lilia le venden los brazos para no verlos Send on iPhone

Murió Queen viejo cola 😭  Lo acabo de ver en el face de brasileñas

hace 57 minutos, Danilo S. dijo:

Carolina está vetada de Globo, demandó la empresa por derechos de 10 millones de reais.

Y aún sin noticias de esos mil quinientos millones de pesos chilenos :duda:

Encuentro taaaaaaaaan guapa a la Ferraz :maldita: Estrena este domingo en la revista electrónica "Domingo Espetacular" de Record, creo que dura como 4 horas ese programa! :estupida:

Link to post
Share on other sites
hace 10 minutos, Marcelo dijo:

Y aún sin noticias de esos mil quinientos millones de pesos chilenos :duda:

Encuentro taaaaaaaaan guapa a la Ferraz :maldita: Estrena este domingo en la revista electrónica "Domingo Espetacular" de Record, creo que dura como 4 horas ese programa! :estupida:

Yo la sigo en ig es tan chic. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Ator de Chiquititas é acusado de espancar a esposa: “Tacar uma pedra na sua cara”...

Ator de Chiquititas é acusado de espancar a esposa: "Tacar uma pedra na sua cara" – TV Foco

Lucas Medeiros luccasmeddeiros
6-7 minutos

chiquititas.png Chiquititas com João Gabriel Vasconcellos está sendo reprisada pelo SBT. (Foto: Reprodução)

Sucesso com personagens em Chiquititas, no filme Do Começo Ao Fim e na série O Negócio, da HBO, o ator João Gabriel Vasconcellos, 32 anos, virou notícia após as acusações de sua ex-esposa, a modelo Jessica Aronis. Sem citar nomes, ela usou o seu perfil no Instagram para relatar as agressões que sofria.

Sem contrato, ator vai ao Encontro e pede para a Globo colocá-lo em uma novela

Aronis está movendo um processo contra “a pessoa” em questão e prefere não expor os detalhes, mas conforme aponta o jornalista Paulo Sampaio, que a entrevistou, pessoas que fazem parte do círculo de amizades da modelo garantiram que as agressões e humilhações partiam do ex-ator do SBT.

Na entrevista, Jéssica relata que a situação durou seis anos e que ele poderia ter chegado a matar, caso ela continuasse na relação. Ele a agredia fisicamente, com tapas no rosto, socos, esganaduras, chutes, empurrões e puxões violentos de cabelos, além de humilhações psicológicas.

Ela era chamada de burra, ignorante, incapaz, e era obrigada a se ajoelhar para pedir desculpas por não ter limpado direito o chão, ou não ter feito uma comida que o agradasse.

img-546432-joao-gabriel-vasconcellos-em- João Gabriel Vasconcellos em Chiquititas (Foto: Reprodução)

“Como você é ignorante, como você é burra. Qual é o ponto que eu coloco pra você? Eu coloco o meu ponto pra você. Vamos trabalhar? Vamos trabalhar direito. Se é pra limpar o chão, limpa o chão direito. Se é pra fazer comida, faça comida direito. Se é pra limpar lá fora, limpe lá fora direito”, dispara o agressor em um áudio vazado.

“Não é direito de qualquer jeito. É direito. A melhor forma de limpar lá fora qual é? Então você limpa quão melhor que a empregada? Se você for fazer comida, então você faz a comida melhor, mais caprichosa que tiver. Se for limpar o chão, você limpa o chão direito. Se for pra começar a fazer dieta porque eu pedi pra você ontem, não compra amandita”, continua.

“Se for pra fazer qualquer merda, faça essa merda direito. E não seja uma puta de uma preguiçosa que quer fazer de qualquer jeito porque tá com pressa, porque a pressa é inimiga da perfeição. Se você é esse tipo, vai pra puta que o pariu. Você entendeu? Eu quero você longe de mim. Eu não quero que você pise aqui”, diz ainda.

“Eu não quero tacar uma garrafa só na sua cabeça, eu quero tacar uma pedra na sua cara. Cê entendeu qual é o meu ponto? Se você mente ainda, se você… Se eu digo pra você…Vamos começar a nos alimentar direito? E você traz uma amandita pra casa, eu pergunto pra você se foi você que comprou, em vez de você falar assim: ‘Foi, fui eu que comprei… eu sou uma idiota, foi mal, num fiz o que você pediu”, continua.

“E você mente, eu não tenho que tacar só a garrafa não, eu tenho que tacar a cama na sua cabeça,  tenho que tacar o abajur na sua cara, entendeu ou não entendeu? Se você quer que eu mude, então muda. Você sabe o meu ponto e eu sei o seu ponto”, finaliza.

“Com 0 tempo, ele passou a só conversar comigo com um copo de água na mão, para o caso de achar que eu não estava atenta”, contou ainda a moça, que fez uma publicação em seu perfil no Instagram quando havia chegado ao limite. João Gabriel e ela, vale lembrar, se casaram em Fernando de Noronha, com uma grande festa.

1-IMG_9800.jpg Ator de Chiquititas se casou em uma grande festa. (Foto: Reprodução)

“Eu estava extremamente apaixonada, o protegia com unhas e dentes. Uma noite, em uma balada, ele me deu um tapa no rosto na frente de uma porção de gente. Algumas pessoas tentaram me defender, uma amiga dele me puxou em um canto e disse: ‘Jessica, você nunca mais vai permitir que ele faça isso com você!’ Mas eu não ouvia, estava completamente dominada. A submissão se deu aos poucos; quando vi, eu era empregada, motorista, e ainda assim ele dizia que nem para dirigir eu servia”, disse ainda a modelo, que escondia a situação da sua família.

“Minha mãe já sabia mais ou menos o que estava acontecendo, mas meu pai, não”, explica em outro trecho. “Eu me preocupava com ele, me sentia ligada aquilo tudo. É como uma droga, você sabe que aquilo tá fazendo mal, que pode te matar, mas não consegue se livrar”, relatou ela sobre João Gabriel Vasconcellos.

“Eu tinha crises de pânico, de depressão, mas consegui me livrar. Agora, estou aqui contando a história para você, com a sincera intenção de ajudar o maior número de vítimas possível”, lamenta.

RESPOSTA DO ATOR

Questionado, o ator João Gabriel Vasconcellos negou as acusações: “Isso tudo é mentira, tanto que não tem nenhum exame de corpo de delito, nenhuma testemunha. Há questões mais profundas na separação, havia um acordo financeiro que eu não quis arcar, valores estabelecidos pela família dela.”

“Ela me implorava para ficar, etc etc, eu acabava cedendo. Até o dia em que a peguei me gravando, e disse que não queria mais. Tudo isso é muito triste, o fim de um casamento é sempre doloroso. Nunca houve agressão física da minha parte. Estou em contato com meus advogados, os quais estão avaliando as medidas judiciais cabíveis, referentes às imputações injuriosas e difamatórias, pois essas acusações são sérias, inverídicas e agora precisarão ser provadas”, completa o ator de Chiquititas.

 

[youtube]

[/youtube]

 

Link to post
Share on other sites
hace 2 horas, Milana dijo:

 

Morto que el pelao De Abreu se va :meencanta:

Y pensar que la entrada de Ricardo para el area dramatica ya hacía eco desde finales del año pasado. :sabremos:

Link to post
Share on other sites

Exclusivo: Silvio de Abreu nega saída do departamento de dramaturgia da Globo

 
20190426-38133462_2169007876721863_82668 
Duh Secco | 07/07/2020 às 19:06
 
 
 
 
Silvio de Abreu Silvio de Abreu nega saída do departamento de dramaturgia da Globo; autor comanda área desde 2014 (Imagem: João Cotta / Globo)

Silvio de Abreu segue à frente do Departamento de Dramaturgia da Globo. Esta coluna do RD1 procurou o também autor na tarde desta terça-feira (7) para esclarecer informações, divulgadas pela jornalista Carla Bittencourt, sobre a saída dele do setor, bem como a promoção de Ricardo Waddington ao posto. “Não procede. Fake news”, afirmou Silvio em contato por WhatsApp.

Abreu está na Globo desde 1978. O novelista foi contratado após o êxito de Éramos Seis (1977), que ele e Rubens Ewald Filho escreveram para a Tupi. A primeira experiência na então nova casa, Pecado Rasgado, não surtiu efeito – por desajustes entre texto e direção. Silvio regressou aos folhetins com Plumas e Paetês (1980), por um pedido do titular Cassiano Gabus Mendes, que havia sofrido um infarto.

Emendou tal trama a Jogo da Vida (1981), argumento que Janete Clair entregou especialmente para ele. Na sequência, êxitos como Guerra dos Sexos (1983), Cambalacho (1986), Sassaricando (1987), Rainha da Sucata (1990), A Próxima Vítima (1995), Torre de Babel (1998) e Belíssima (2005).

 

Desde a década de 1990, Silvio de Abreu dedica-se a supervisionar novos autores. Casos de Maria Adelaide Amaral em Anjo Mau (1997), João Emanuel Carneiro com Da Cor do Pecado (2004), Elizabeth Jhin em Eterna Magia (2007), Andrea Maltarolli com Beleza Pura (2008) e Daniel Ortiz em Alto Astral (2014).

Sob seu comando, o Departamento de Dramaturgia da Globo ampliou a aposta em novos talentos, como Alessandra Poggi, Alessandro Marson, Ângela Chaves, Cláudia Souto, Daniel Adjafre, Manuela Dias, Maria Helena Nascimento, Mário Teixeira, Paulo Halm, Rosane Svartman e Thereza Falcão.

 

 

 

A gestão de Silvio também repercute, porém, pelo apego a determinados autores, como Walcyr Carrasco – com quatro novelas em cinco anos. Em contrapartida, Duca Rachid, Licia Manzo e Thelma Guedes levaram tempo para emplacar uma trama. Ainda, intervenções em trabalhos como Babilônia (2015) e A Lei do Amor (2016).

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...